TIM espaço mulher

Menu

Vida a dois

Sinais de que seu amor é obsessivo

O amor é um dos sentimentos mais nobres que uma pessoa pode nutrir por outra. Viver um grande amor traz completude, alegria e beleza para a vida de quem o experimenta. Porém, em alguns casos, o sentimento fica excessivo e quase doentio. O amor obsessivo tira dos eixos e atordoa, quando deveria simplesmente ser uma coisa boa, que traz sensações agradáveis.

É uma condição quase que patológica, podendo ser considerada um transtorno psiquiátrico e, por isso, deve ser evitado. Faz mal tanto para quem sente, como para quem é objeto dele, sendo, portanto, negativo para todos os envolvidos. Veja os sinais de um amor obsessivo e fuja dele!

– Dedicação exagerada: acontece quando você presta atenção demais ao parceiro e deixa de valorizar a própria vida, não dá importância às suas próprias coisas e vive somente para o outro.

– Controle absoluto: além de viver dedicada ao parceiro, a pessoa que sente o amor obsessivo também tem a tendência de querer controlar tudo o que acontece com o outro. Ela sofre por não ter a atenção total do companheiro e por não poder dominar a vida dele.shutterstock_192438818

– Abstinência: quando ele não está junto, você sente uma certa abstinência, uma falta difícil – ou impossível – de ser preenchida. Isso acontece tanto física quanto emocionalmente.

– Muito cuidado: como se ele fosse uma criança, você quer estar por perto em todos os momentos e sente que as coisas podem não ir tão bem caso você não esteja.

– Excesso de contato: isso também acontece tanto no físico, no presencial, quanto no virtual. Se você precisa se fazer presente o tempo todo, seja tocando nele ou mandando mensagens e ligando para saber o que ele está fazendo, atenção! Este é um claro sinal de comportamento obsessivo.

TIM espaço mulher

Insira o número do PINCODE

· Serviço exclusivo para clientes TIM

· Receba dicas que toda mulher precisa saber!