TIM espaço mulher

Menu
canada goose sale canada goose outlet http://www.skjer.nl http://www.anneshealinghands.nl http://www.canadagoosestore.be/

Amor e Sexo

Sexo na gravidez: afinal, pode ou não pode?

sexo na gravidez
(Foto: Shutterstock)

Tá certo que nem toda mulher se sente à vontade (e com vontade) para pensar em sexo durante a gravidez. Mas há quem fique cheia de tesão e também cheia de dúvidas. Será que pode? Faz mal para o bebê?

A sexóloga Cátia Damasceno, criadora do site Mulheres bem Resolvidas, tira todas as suas dívidas aqui! Confira!

É seguro e até recomendado
Estudos que mostram que, na verdade, o sexo durante a gravidez é benéfico tanto fisicamente quanto emocionalmente. O orgasmo é uma excelente maneira de relaxar durante um período costumeiramente tenso, sem contar que sexo é um exercício físico que melhora a circulação e a pressão sanguínea. Além disso, ele melhora a autoestima e aumenta o vínculo entre o casal.
O medo de que o pênis possa cutucar o bebê é completamente infundado. Deixa eu te explicar porquê: o homem introduz o pênis no canal vaginal, mas o embrião fica na cavidade intrauterina todo protegido pela bolsa de líquido amniótico. Esses dois locais são separados pelo colo uterino, onde o pênis não tem acesso.
O que muitas mulheres me relatam é que nos três primeiros meses o grande problema é a falta de desejo sexual ocasionado por mudanças hormonais. Com náuseas, cansaço e alterações no corpo, muitas vezes elas ficam inibidas para se despir na frente do marido ou parceiro. Mas no quarto mês isso melhora significativamente devido a uma confiança maior na gestação e a evolução da autoestima (não vamos esquecer que os seios ficam maiores e os cabelos mais bonitos nesta fase!)

sexo na gravidez

(Foto: Shuterstock)

Após a gravidez é que a recomendação é de uma pausa para permitir que o canal vaginal se recupere. Normalmente o útero precisa de 40 dias para regredir de tamanho, mesmo período que a cicatrização de uma cesária precisa para não ter o risco de rompimento. Ou seja, é interessante dar uma pausa nas relações sexuais entre cinco e seis semanas após o parto. Mas a minha dica é: isso não inclui pequenos estímulos, como carícias, beijos mais apaixonados e até sexo oral.

Quando deve ser evitado
Algumas situações clínicas fazem com que médicos sejam contra a prática sexual porque pode ocasionar em algum risco para a mãe ou para o bebê. Os casos são poucos, mas incluem:

  • Quando a mãe tem placenta prévia, ou seja, quando a placenta se estabelece no colo do útero. Desta maneira, a introdução do pênis na vagina pode sim entrar em contato com a bolsa amniótica e causar sangramentos.
  • Quando há incompetência istmo cervical, que é quando o colo do útero fica mais aberto e assim favorece o aborto
  • Necessidade de repouso pré-natal
  • Ruptura da bolsa, o que diminui a proteção do feto

O mais importante é sempre manter um acompanhamento médico caso você sinta algum desconforto. É importante sempre ficar atenta à sua saúde e à saúde do seu bebê.

O TIM Espaço Mulher traz todos os dias o melhor conteúdo para você se manter informada. Aqui, falamos sobre moda, beleza, amor, sexo, culinária, saúde e tudo o que passa na cabeça das mulheres.

TIM espaço mulher

Insira o número do PINCODE

· Serviço exclusivo para clientes TIM

· Receba dicas que toda mulher precisa saber!