TIM espaço mulher

Menu

Treinos

Balé: o exercício físico completo

Quando pensamos em exercícios físicos completos, normalmente vêm à cabeça esportes como natação e corrida. Estas são atividades que o trabalham os músculos do corpo todo, exigem melhora da respiração e estimulam o condicionamento cardiovascular. Mas existe outro exercício que também tem todas essas características e ainda mais: o balé. Bailarinos costumam apresentar excelente condicionamento físico, equilíbrio psicológico, flexibilidade e equilíbrio corporal. O balé pode ser praticado por crianças e adultos e é uma opção alternativa aos exercícios físicos mais tradicionais. Confira:

– Melhora a respiração: dançar uma música clássica é calmo para quem assiste, mas quem dança perde suor e precisa de um fôlego enorme para terminar uma coreografia cheia de saltos, piruetas e outros passos difíceis. Por isso, faz parte das aulas aprender a respirar aproveitando o máximo possível da capacidade do diafragma, o que acaba sendo muito proveitoso para o sistema cardiovascular e respiratório.

– Corrige a postura: um dos preceitos para se praticar balé é manter uma postura impecável. O balé clássico trabalha os principais grupos musculares responsáveis pela manutenção da postura, que são a musculatura abdominal, peitoral e das costas. O resultado é um ótimo alinhamento corporal que evita lesões e dores de coluna. De quebra, ainda ensina o aluno a levar a vida com movimentos mais precisos, protegendo as articulações e gastando menos energia.shutterstock_299357525

– Trabalha os músculos: o balé promove hipertrofia, ou seja, aumenta e fortalece os músculos tanto quanto a musculação. A técnica estimula tantos os membros inferiores quanto superiores, por conta de exercícios de salto e sustentação nas mais variadas posições. Além disso, o exercício ajuda no emagrecimento, já que é uma atividade física como qualquer outra, que proporciona queima de calorias constante.

– Aumenta a flexibilidade: a tendência é que o balé seja até melhor que uma aula de musculação, já que trabalha a musculatura ao mesmo tempo em que promove o alongamento. A flexibilidade é trabalhada em todos os exercícios de balé porque os movimentos precisam ser realizados com grande amplitude.

– Favorece a coordenação motora e a agilidade: conforme o bailarino vai aprendendo e executando os exercícios, a complexidade vai aumentado. Isso exige cada vez mais coordenação motora e ensina constantemente sobre agilidade, já que a ideia é que quem assiste não perceba o esforço que está sendo feito nos movimentos.

TIM espaço mulher

Insira o número do PINCODE

· Serviço exclusivo para clientes TIM

· Receba dicas que toda mulher precisa saber!