TIM espaço mulher

Menu
canada goose sale canada goose outlet http://www.skjer.nl http://www.anneshealinghands.nl http://www.canadagoosestore.be/

Carreira

8 dicas para transformar seu hobby em profissão e ganhar dinheiro fazendo o que gosta

trabalho como hobby
(Foto: Shutterstock)

Se você tem um hobby bacana e quer ganhar dinheiro com ele, precisa saber que se isso ocorrer deixa de ser hobby e vira PROFISSÃO, com todas as responsabilidades que essa condição exige. A grande vantagem é ganhar dinheiro tendo prazer no trabalho, desde que você seja realmente competente no que se propõe a fazer.
Esse prazer de fazer o que gosta, entretanto, pode ser diminuído quando você precisa fazer algo dentro de sua profissão que não lhe agrade muito. Lembremos de grandes pintores ou escritores que são pressionados para entregar livros aos editores ou quadros novos aos marchands. Enquanto é hobby você faz na hora que quer e termina quando deseja, mas, sendo profissão haverão prazos e responsabilidades.
Eu sou apaixonado por leitura e viciado em escrever sobre vários assuntos, mas às vezes me estresso com os prazos que me são dados por sites e revistas que publicam meus textos, mas, para poder difundir uma parte do meu saber eu preciso enfrentar esse estresse.
Dessa forma, cuidado para que seu hobby não torne sua vida em um inferno e, agora, sem um hobby legal para espairecer.

Além disso, há outros aspectos importantes:

costureira

(Foto: Shutterstock)

1. Você precisa aprimorar a sua habilidade para que atinja o nível da concorrência e se posicione bem no seu nicho de mercado. Não pode ser amador em um mundo de profissionais;

2. Deve ampliar seu campo de atuação, ou seja, se você gosta de costurar e fazer camisas, terá que fazer calças e bermudas também, senão perderá espaço para outros que produzem tudo;

3. Não é porque você gosta que todos gostarão do que você faz. Avalie se há clientes que se interessam pelo que você produz. Uma coisa é as amigas elogiarem, outra é ser comercializável em grande escala;

4. Avalie bem sua capacidade de produção e veja se conseguirá entregar a produção necessária para ter uma boa remuneração;

5. Prepare-se para investir na empresa e se manter financeiramente por um certo tempo. Faça um planejamento financeiro pessoal;

fotografa

(Foto: Shutterstock)

6. Sempre ouça profissionais habilitados em estruturação de planos de negócios para estruturar sua empresa. Isso exige investimento inicial;

7. Para vender, você deve ter empresa constituída e um escritório de contabilidade que cuide da regularização de tudo isso – prepare-se para uma despesa fixa mensal;

8. Separe suas contas pessoais das contas da empresa. Isso é difícil, mas necessário, mesmo que seja apenas no papel. Assim você terá certeza que sua empresa é rentável;

Finalmente, a velha máxima “Não quero mais ter patrão” é uma grande mentira, pois nós somos patrões implacáveis de nós mesmos e quem manda, no final de tudo, é sempre o cliente!

Sucesso!

Especialista em RH, pós graduado em gestão de negócios. É ex-diretor de RH do famoso hotel Maksoud Plaza.

TIM espaço mulher

Insira o número do PINCODE

· Serviço exclusivo para clientes TIM

· Receba dicas que toda mulher precisa saber!